Uma venda com cartão de crédito ocorre quando um cliente paga pelos produtos ou serviços de sua pequena empresa com um cartão de crédito em vez de dinheiro. Os cartões de crédito permitem que os clientes comprem agora e paguem mais tarde. Sua pequena empresa coleta dinheiro do banco ou empresa que emite o cartão de crédito em troca de uma taxa, enquanto o cliente é responsável por pagar o emissor do cartão posteriormente. Alguns emissores de cartões de crédito podem enviar o pagamento imediatamente. Outros podem enviar o pagamento em uma data posterior. Você deve contabilizar cada um deles de forma diferente em seus registros.

Vendas no cartão de débito à vista

Multiplique o percentual que a empresa de cartão de débito cobra por transação no valor de uma venda com cartão de débito para determinar a taxa de transação. Por exemplo, suponha que sua pequena empresa fez uma venda de cartão de crédito de R$250 e a empresa de cartão de crédito cobra 2,5%. Multiplique 2,5 por cento, ou 0,025, por R$250 para obter uma taxa de transação de R$6,25.

Subtraia a taxa do valor da venda para determinar o dinheiro que você recebe da empresa de cartão de débito. Neste exemplo, subtraia R$6,25 de R$250 para obter R$243,75.

Registre na sua planilha na data da venda o montante de dinheiro coletado da empresa de cartão de débito. Um registro aumenta o caixa, que é uma conta de ativos. Neste exemplo, você registraria R$243,75. Coloque na conta de despesas com cartão de débito no mesmo lançamento contábil pelo valor da taxa de transação. No nosso exemplo, coloque nesse registro R$6,25.

Credite a conta de receita de vendas pelo valor da venda. Neste exemplo, a receita de vendas de débito é de R$250, sem contar as taxas cobradas.

Cartões de crédito e débito

O controle de vendas nos cartões deve ser monitorado para evitar assim que haja problemas no fluxo de caixa. (Foto: Spektrix)

Como controlar vendas no cartão de crédito?

Vendas a crédito são aquelas que você tem um prazo maior para receber.

Registre em contas a receber em uma nova entrada de diário pelo valor da venda na data da venda. Um registro aumenta as contas a receber, que é uma conta de ativos. Para nosso exemplo, suponha que você tenha o mesmo valor de vendas e taxa de transação do exemplo anterior. Você deve debitar contas a receber em R$250.

Registre nas vendas a crédito o mesmo lançamento contábil pelo valor da venda. Neste exemplo, a receita de vendas de crédito é de R$250.

Registre em uma nova entrada de diário pelo montante de dinheiro que você coletar do emissor do cartão na data em que você tem direito a receber, geralmente até 30 dias após a compra do cliente. Continuando com o exemplo, registre o valor de R$243,75.

Registre a taxa de transação para a conta de despesas com cartão de crédito no mesmo lançamento contábil. Neste exemplo, registre nessa conta o valor de R$6,25.

Registre em contas a receber de crédito no mesmo lançamento no diário pelo valor da venda para remover o montante desta conta. Neste exemplo, contas a receber por R$250.

Como controlar vendas parceladas no cartão?

Suponha que o mesmo exemplo acima seja uma compra parcelada em 10 vezes de R$25, com a mesma taxa de 2,5%. No livro de registros contábeis, você vai lançar em contas a receber para cada mês do parcelamento, na data em que a empresa de cartão de crédito faz os pagamentos, o valor de R$25. Na mesma data, vai lançar também o valor da taxa cobrada pela empresa nas despesas, que é de R$0,625 (R$25 multiplicado por 6,5%). Algumas empresas fazendo o desconto da taxa toda na primeira parcela. Verifique no seu contrato para saber como é o sistema de cobranças das taxas.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)