Como fazer transferência pelo PIX?

Escrito na categoria "Como pedir máquina de cartão" por André M. Coelho.

O Banco Central do Brasil lançou um sistema de pagamento instantâneo chamado Pix. Já totalmente operacional, o sistema foi adotado obrigatoriamente pelos bancos e instituições financeiras brasileiras.

O novo sistema permite transferências de dinheiro para peer-to-peer (P2P ou pessoa a pessoa), contas e pagamentos bancários bem como impostos e taxas de serviço (como a emissão de passaporte, por exemplo) – em tempo real. O brasileiros poderão pagar e enviar fundos 24 horas, 7 dias por semana(incluindo feriados), via aplicativos, banco online e caixas eletrônicos, e entre indivíduos e organizações.

Cada transação Pix entre pessoas físicas é gratuita, sem qualquer custo. Pessoas jurídicas podem ter de pagar pelo Pix.

Como fazer transferência pelo Pix?

Os pagamentos e transferências do PIX podem ser realizados seguindo os seguintes passos:

Códigos QR: em um aplicativo móvel do seu banco ou instituição financeira, pelo internet banking, ou em caixa eletrônico, selecione Pix e digitalize o código QR fornecido com a câmera do seu dispositivo ou copie o código completo. Os dados de pagamento são exibidos para o usuário concordar e confirmar o pagamento.

Chave Pix: em um aplicativo móvel do seu banco ou instituição financeira, pelo internet banking, ou em caixa eletrônico, selecione o tipo de chave de endereço que identifica o receptor, como número de celular, e-mail ou CPF / CNPJ, ou uma chave aleatória gerada. Depois que os dados do receptor aparecerem na tela do smartphone, o usuário pode tocar para a confirmação.

Pagamentos de proximidade: em um aplicativo móvel do seu banco ou instituição financeira, pelo internet banking, ou em caixa eletrônico, conectando-se ao Pix através de tecnologias que permitem a troca de informações por proximidade, como a tecnologia NFC. Geralmente é usado em máquinas de cartão, e é só aproximar seu dispositivo do terminal.

Transferências PIX

Basta inserir o valor, o número da chave PIX, confirmar com sua senha, e o dinheiro é transferido imediatamente. (Imagem: divulgação)

Como funciona o Pix?

Os consumidores brasileiros após usarem o PIX devem aguardar uma confirmação de pagamento em até 24 horas. O PIX acelera as transações online, não apenas para os benefícios dos usuários, mas também para as empresas de comércio eletrônico, já que a solução será exibida na página de checkout, reduzindo significativamente o tempo de espera para confirmações e entrega do pedido.

Geralmente após a confirmação demora menos de 5 minutos para que o dinheiro esteja na conta de destino.

Pix é seguro?

A expansão do Pix é focada nos cada nos quatro pilares de inclusão, competitividade, transparência e educação. O lançamento de seu regime de pagamento instantâneo não é exceção.

Fomentando a concorrência e mantendo a neutralidade, o BCB é o único responsável pela sua implementação, regulação, gerenciamento de dados e infraestrutura de liquidação. De acordo com o BCB, esta centralização visa garantir uma experiência de usuário simples e intuitiva, com opções para realizar transações fáceis de encontrar, segura, com clareza de linguagem, ágil, precisa, transparente e conveniente. Todos os participantes da Pix precisarão observar essas regras.

As transações são transmitidas em até 10 segundos, 24h por dia, incluindo fins de semana e feriados. Para iniciar um pagamento, os usuários podem criar uma conta com dados pessoais, como número de telefone, e-mail ou número de segurança social; ou gerar um código QR (um único ou um por operação). É importante, para garantir a segurança, que as pessoas tenham uma senha segura para seus aplicativos e contas bancárias, além de só transferir o PIX para chaves confiáveis e que reconhece.

Ficou alguma dúvida sobre o Pix? Deixem nos comentários suas perguntas!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Após ouvir relatos de seus clientes empresariais, André percebeu que existia o receio de aceitar cartões por motivos variados, desde custos até não saber como funcionava uma máquina de cartão. Sendo especialista em finanças e educador financeiro com mais de 300 horas em cursos, André decidiu escrever sobre as máquinas de cartão para ajudar seus leitores e os vendedores que querem entrar neste mundo dos cartões de crédito e débito.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Maquininha não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário