Como funciona o PIX para empresas?

Em Como pedir máquina de cartão por André M. Coelho

Depois de muita expectativa, PIX, a plataforma de pagamentos instantâneos do Brasil desenvolvida pelo Banco Central do Brasil – entrou no ar para toda a população brasileira. O novo método de pagamento permite a transferência imediata de dinheiro, 24 horas por dia, 7 dias por semana, incluindo fins de semana e feriados. A grande maioria dos brasileiros já preferem Pix em vez de TED e DOCs, além de reconhecer a segurança da plataforma de pagamentos.

Então eu te pergunto: por que sua empresa ainda não está aceitando PIX? Vamos aqui te ajudar a colocar o PIX na sua empresa e começar a fazer dinheiro com as transações.

Por que usar o PIX para empresas?

Com mais de 70% da população brasileira como usuários de internet móvel no país, a adoção do pagamento móvel deve aumentar significativamente com a entrada do PIX.

Embora altamente conectado, o Brasil tem uma grande população sem e com poucos serviços bancários; com PIX, no entanto, os usuários podem fazer pagamentos instantâneos usando suas carteiras eletrônicas, sem a necessidade de uma conta bancária formal.

Como os pagamentos podem ser feitos instantaneamente e sem custo para usuários de diferentes bancos e carteiras eletrônicas, pagar com seus dispositivos móveis se tornará mais um hábito para os consumidores brasileiros. Além disso, empresas podem receber o dinheiro mais rápido, o que vai gerar um ótimo fluxo de caixa.

PIX para empresas

A empresa pode usar o PIX para receber e fazer pagamentos. (Imagem: divulgação)

Como funciona o PIX para empresas?

O mercado de comércio eletrônico brasileiro será beneficiado pelo Pix, principalmente por dois motivos. Em primeiro lugar, os clientes que não têm conta em banco poderão efetuar compras online de forma fácil e rápida, de forma rápida e intuitiva. Em segundo lugar, com a confirmação de pagamento instantânea, os produtos podem ser liberados rapidamente e os serviços disponibilizados imediatamente. Isso leva a mais inclusão e oferece uma melhor experiência ao fazer compras online.

E basicamente, o PIX funciona para todas as empresas assim como funciona para as pessoas físicas.

Como a empresa pode aceitar PIX?

Para aceitar o PIX, a empresa precisa:

Aderir ao serviço com um banco, instituição financeira, ou fintech. Busque esclarecimento dos serviços, funcionalidades, disponibilidade, e mais.

Escolha um gateway de pagamentos para intermediar os pagamentos e gerar os códigos QR. Muitos dos gateways oferecem também contas online gratuitas. Caso já tenha um gateway de pagamentos, verifique se ele aceita o PIX.

Cadastrar as chaves PIX, que podem ser:

CNPJ

Número de telefone celular

Email

Chaves aleatórias – até 20 para pessoas jurídicas

A partir daí, cadastre as informações no seu gateway de pagamentos e pronto: comece a usar o PIX normalmente em sua empresa.

Como cadastrar e usar chaves PIX para a empresa?

Para cadastrar chaves PIX, a empresa precisa apenas acessar o app ou internet banking da conta da empresa para poder escolher as chaves a serem cadastradas.

Para receber o dinheiro através de PIX, a empresa precisa gerar o QR Code através de um gateway de pagamento ou máquina de cartão que gere PIX, ou oferecer uma das chaves PIX para a transferência.

Assim que a transferência é feita, são segundos para cair na conta da empresa.

Quanto custa o PIX para empresas?

A instituição financeira pode ou não cobrar o PIX de seus clientes pessoa jurídica. Bancos digitais geralmente não cobram o PIX de seus clientes, além de empresas que tem um relacionamento financeiro sólido com suas instituições financeiras.

Fiocou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Após ouvir relatos de seus clientes empresariais, André percebeu que existia o receio de aceitar cartões por motivos variados, desde custos até não saber como funcionava uma máquina de cartão. Sendo especialista em finanças e educador financeiro com mais de 300 horas em cursos, André decidiu escrever sobre as máquinas de cartão para ajudar seus leitores e os vendedores que querem entrar neste mundo dos cartões de crédito e débito.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Maquininha não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário