O mercado brasileiro recentemente viu a introdução de novos adquirentes de cartões devido a mudanças regulatórias neste setor. A Stone foi uma dessas empresas, e tem se tornado cada vez mais popular entre vendedores e lojistas ao redor do Brasil. Oferecendo bons serviços e taxas competitivas, a Stone tende a crescer cada vez mais.

Para entender o crescimento da Stone, é importante entender o que houve no mercado brasileiro de máquinas de cartão nos últimos anos.

Monopólio, mudanças regulatórias e introdução de novas empresas de máquina de cartão

Os adquirentes de cartões de crédito no Brasil têm sido historicamente associados a redes de cartões de crédito afiliadas, e as grandes redes como Visa, Mastercard, Diners Club e American Express possuem adquirentes exclusivos no Brasil.

Essa tendência mudou significativamente durante os anos de 2009 e 2010, quando foi instituído que o monopólio dos adquirentes das redes de cartões de crédito era prejudicial ao desenvolvimento de novos competidores.

O novo regulamento não apenas possibilitou a introdução de novos adquirentes de cartões de crédito no mercado brasileiro, mas também mudou a maneira como os adquirentes dominantes trabalhavam e até mesmo como eles eram nomeados. A Visanet, credenciadora de cartão de crédito com monopólio da rede Visa e maior empresa do setor no Brasil, mudou seu nome para Cielo em 2010 e começou a receber pagamento da Mastercard e de outras redes, enquanto sua concorrente Redecard começou simultaneamente a receber pagamento da Visa e outros redes e mudou seu nome para Rede em 2013 após um investimento do banco brasileiro Itaú.

No entanto, as mudanças regulatórias não diminuíram a dominância de mercado dos dois maiores adquirentes de cartões de crédito e tampouco criaram impedimentos para que essas empresas tivessem o monopólio de redes menores de cartões, como é o caso da rede Elo para a Cielo e da rede Hiper para a Rede. De acordo com estatísticas recentes, a Cielo e a Rede ainda movimentam perto de 90% de todas as transações com cartões de crédito no Brasil, com vários novos adquirentes competindo para ganhar uma fatia maior das transações, sendo a maior delas a empresa nacional GetNet, comprada pela banco Santander em 2013.

Máquina de cartão Stone

A intermediadora de pagamentos Stone foi estabelecida em 2014 pelos bancos BTG Pactual e Panamericano e pelo grupo de investimentos Arpex Capital. Seus produtos incluem máquinas de ponto de venda, comércio eletrônico e soluções móveis e processamento digital de pagamentos. Os sistemas da Stone atualmente cobram pagamento da Visa e Mastercard, mas a expansão da marca tende a fazer com que ela aceite cada vez mais cartões.

Máquina de cartão Stone

A Stone é uma empresa de máquinas de cartão que oferece boas condições aos seus clientes. (Foto: Stone)

Solução POS Stone

A Stone oferece uma solução de ponto de venda com uma ótima tecnologia para pequenas e médias empresas. O suporte é transparente, e a empresa oferece um sistema PDV integrado com programas de fidelidade, ferramentas de marketing e simuladores de vendas para saber quanto receberá por cada transação e facilitar seu preparo financeiro. Uma grande vantagem é que a troca de máquinas com problemas é feita em até um dia, agilizando a resolução de problemas. O atendimento personalizado de agentes Stone em bairros e regiões específicas deixa muito mais fácil o contato com o suporte.

Pagar.me: solução digital da Stone

O pagar.me é a solução de pagamento online da Stone, que ajuda pequenas empresas a receberem pagamentos online por cartão em uma experiência simples para os clientes. O sistema integrado permite gerenciar com facilidade as vendas e com segurança, oferecendo um suporte diretamente com atendentes humanos, e não com máquinas.

Mundipagg: gateway de pagamentos da Stone

O Mundipagg da Stone é um gateway de comércio eletrônico integrado. Inclui uma série de ferramentas, tais como pagamentos recorrentes, saques automáticos, e integração simples. O sistema oferece maior segurança e funcionalidades que contribuem para converter um maior número de clientes, gerando maior lucro.

Outras soluções Stone

A Stone ainda oferece uma série de outras ferramentas e serviços para seus clientes que incluem soluções TEF e software de gestão de vendas, que facilita visualizar as vendas e recebíveis.

Com a presença cada vez maior no mercado, a Stone torna muito fácil a negociação por taxas e tarifas mais em conta, o que pode tornar a máquina da empresa a melhor opção para suas necessidades.

E vocês, o que acham? Usariam as máquinas da Stone?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)