Os smartphones podem ser usados ​​para muitas coisas – inclusive para compras. Você pode armazenar suas informações de pagamento (um cartão de crédito ou número de cartão de débito) em um aplicativo no telefone, como Apple Pay ou Android Pay. Em seguida, você pode usar o telefone para efetuar pagamentos sempre que os comerciantes tiverem a capacidade de aceitá-los.

Para concluir um pagamento móvel, basta segurar o telefone próximo ao terminal do ponto de venda que lê as informações de pagamento (criptografadas) armazenadas no telefone e processa a transação.

Segurança ao usar o celular como cartão de crédito

De certa forma, os pagamentos móveis são mais seguros – é mais difícil para os hackers terem acesso aos detalhes do seu cartão de crédito em uma violação de dados. Isso ocorre porque suas informações financeiras reais não são transferidas durante a transação. Em vez disso, uma versão codificada dos detalhes do seu cartão de crédito é usada para autorizar o pagamento.

Mesmo com os recursos avançados de segurança, ainda há algumas dicas de segurança de pagamento móvel a serem consideradas para garantir que suas informações financeiras não sejam comprometidas.

Segurança nas plataformas de pagamento

Se você quiser adicionar suas informações de pagamento ao telefone, use o software que acompanha o telefone – Apple Pay ou Android Pay – ou um provedor de pagamento confiável, como Google Wallet ou Chase Pay, por exemplo. Plataformas de pagamento móveis respeitáveis ​​não armazenam os detalhes reais do seu cartão de crédito.

Aplicativos fraudulentos de pagamento móvel criados por hackers, por outro lado, podem ser criados com o único objetivo de reunir os detalhes do seu cartão de crédito e deixar suas informações expostas. Seja extremamente cauteloso ao usar aplicativos de pagamento móvel de terceiros na loja de aplicativos ou baixados da Internet.

Cartão com celular

Use o cartão com celular com segurança para evitar problemas. (Foto: NadaPayments)

Baixe apenas aplicativos confiáveis

Você não apenas deve ter certeza de que armazena suas informações de pagamento em um aplicativo confiável, mas também deve ter cuidado com os outros aplicativos que baixar para o seu dispositivo. Alguns podem conter spywares ou malwares criados para capturar suas informações de pagamento e enviá-las a hackers sem que você saiba.

Bloqueie seu telefone remotamente se for perdido ou roubado

Você pode usar o Gerenciador de dispositivos Android para bloquear ou localizar um telefone celular perdido ou roubado, indo para o Gerenciador de Dispositivos do Google (só digitar na barra de pesquisa). Você pode fazer o mesmo com um iPhone acessando o iCloud.com. Outros dispositivos podem ter suas próprias ferramentas de bloqueio.

Use proteção com senha forte

Primeiro, verifique se você não está carregando um telefone desbloqueado. Sem nenhuma segurança no telefone, um ladrão pode entrar com rapidez e facilidade no telefone e acessar as informações pessoais e financeiras que você armazenou.

Uma senha forte é uma das melhores maneiras de proteger seu telefone e as informações armazenadas nele. Sim, isso significa que sua senha deve ser algo mais forte que “1234” ou “senha”. Não ignore alguns dos outros recursos de segurança oferecidos nos telefones mais recentes. Recursos como reconhecimento facial, digitalização de íris e desbloqueio de impressão digital podem ser ainda mais seguros do que uma senha ou PIN.

Se você usar uma senha ou PIN para proteger seu telefone, tenha cuidado com a situação onde um criminoso olha por cima do ombro para ver como você digita sua senha.

Não envie informações confidenciais por WiFi público

Qualquer informação transmitida por WiFi público é acessível a todos os outros que podem acessar esse WiFi. É quem tem o know-how. Isso significa que suas informações de pagamento podem ser interceptadas se você estiver usando seu telefone para fazer compras online. Você está mais seguro usando a rede celular da operadora de telefonia ou a rede protegida por senha da sua casa.

Use um cartão de crédito

Os cartões de crédito têm muito mais proteção contra fraudes do que os cartões de débito. A maioria dos cartões de crédito tem políticas de responsabilidade por fraude zero que eliminam o risco de cobranças não autorizadas feitas na sua conta do cartão de crédito. Com os cartões de débito, por outro lado, existe a possibilidade de ser responsável por todo o dinheiro retirado da sua conta.

Mesmo se o seu banco esclarecer as cobranças fraudulentas, você não precisará esperar que eles resolvam o problema. Se um ladrão obtém acesso às suas informações de pagamento móvel, é (relativamente) melhor para o seu cartão de crédito estar em risco do que o seu cartão de débito.

Monitore sua conta do cartão de crédito

Verifique as transações com cartão de crédito com frequência, mesmo se você tiver o telefone em mãos e tiver usado todas as precauções de segurança adequadas. Um ladrão que obteve acesso às suas informações financeiras por outros meios – talvez invadindo uma empresa com a qual você efetuou um pagamento – pode adicionar suas informações de pagamento ao dispositivo móvel e usá-las para efetuar pagamentos.

Observar sua conta permitirá detectar rapidamente cobranças suspeitas. Relate cobranças não autorizadas ao emissor do cartão de crédito. Se você suspeitar que as informações do seu cartão de crédito foram comprometidas, poderá receber um novo número de conta e evitar completamente quaisquer cobranças fraudulentas adicionais.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)